ADITAMENTO DO FIES 2019 – SIMPLIFICADO, NÃO SIMPLIFICADO

Você é beneficiário do Financiamento Estudantil – FIES, mas não sabe como fazer a renovação do financiamento? Também conhecido como aditamento do FIES 2019, você verá que não há dificuldade, basta fazer no período correto.

O FIES aditamento é obrigatório para todos os estudantes que já possuem o programa do governo para financiar os seus estudos em uma instituição privada de ensino superior.

Veja também:

No artigo de hoje, você verá como funciona o aditamento FIES, quais são os tipos de aditamentos e como realiza-lo. Dessa forma, você não ficará desinformado e nem perderá os prazos para fazer o aditamento. Confira Agora!

Aditamento do FIES 2019

O aditamento FIES é uma renovação do financiamento que deve ser realizado a cada início de semestre letivo. Contudo, você precisa estar atento à alguns pontos para saber qual o tipo de aditamento que deverá fazer.

Afinal, há a possibilidade de você ter o seu financiamento cancelado, caso não faça o aditamento correto ou no tempo certo. O FIES 2019 aditamento serve para comprovar que o contemplado com o financiamento continua na mesma instituição de ensino e cursando o curso pelo qual foi financiado.

ADITAMENTO DO FIES 2019

Ao realizar o aditamento, você inclui novos documentos ao contrato original, como a aprovação de um semestre/período para outro. Isso comprova que você está cursando a graduação financiada.

Caso você não faça o aditamento, supõem-se que você não esteja mais usufruindo do financiamento para fins educacionais. A partir disso, a continuação do seu financiamento é cancelada, e é aberta para novos candidatos. Contudo, o valor que já foi financiado, deverá ser pago conforme as regras gerais do FIES 2019.

Está gostando do conteúdo? Deixe seu like nas rede sociais ao lado e ajude o site a crescer! Caso tenha alguma dúvida, basta comentar nas nossas redes sociais.

Aditamento Fies Simplificado e Não Simplificado

Para fazer o Fies aditamento obrigatório, o aluno precisa levar em consideração alguns pontos, para saber qual aditamento irá fazer. Afinal, há dois tipos de aditamento: o simplificado e o não simplificado.


Aditamento simplificado:

  • Não houver alterações contratuais;
  • Restrições no cadastro do fiador ou financiado;
  • Atraso no pagamento da parcela trimestral.

Aditamento não simplificado:

  • Há alguma mudança contratual;
  • Há restrições no nome de um dos envolvidos no financiamento;
  • Há o atraso no pagamento da parcela trimestral.

No primeiro caso, o do aditamento simplificado, o aluno consegue fazer a renovação direto na instituição onde estuda. É só comparecer ao departamento destinado ao FIES e levar a documentação necessária.

Mas, caso o aluno precise realizar um aditamento não simplificado, ele precisa ir direto no banco onde foi realizado o financiamento. E para conseguir o aditamento, é precisar levar a cópia e os originais do:

  • Comprovante de residência atualizado;
  • Documento de identificação (fiador e estudante);
  • CPF – Cadastro de Pessoa Física (fiador e estudante);
  • Comprovante de rendimentos (do fiador);
  • Certidão de casamento (caso haja);
  • Termo de concessão de bolsa parcial do ProUni (caso haja);
  • Documento de Regularidade de Matrícula – DRM (estudante).

Aprenda a fazer o Aditamento do FIES 2019

Após decidir qual tipo de aditamento o aluno pretende fazer, basta entrar no Sistema Informatizado do FIES – SisFIES através do endereço abaixo:

ADITAMENTO DO FIES 2019

 


Passo 01: Entre no site oficial do FIES sisfiesaluno.mec.gov.br;


Passo 02: O aluno precisa confirmar todos os dados que constam no sistema, ou alterar caso seja necessário.


Passo 03: No entanto, caso haja a necessidade de fazer alguma alteração, o CPSA – Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento, irá entrar em contato com o aluno e, depois de feita as alterações desejadas, o processo pode ser reiniciado.


Passo 04: Caso não haja necessidade de alteração, o aluno tem até 20 dias para confirmar a renovação e retirar um novo DRM – Documento de Regularidade de Matrícula junto ao CPSA da faculdade.


Passo 05: Esse documento é necessário caso haja a solicitação pelo banco financiador da graduação, ou quando precisa fazer o aditamento não simplificado. No caso de aditamento não simplificado, o aluno tem apenas 10 dias para confirmar a sua renovação após levar a documentação solicitada.


Passo 06: Se o aditamento não for realizado no período indicado, o estudante não pode mais usar o seu financiamento para o estudo. E depois de cancelada, o estudante precisa iniciar o pagamento no mês subsequente ao cancelamento do FIES.

Há outras maneiras de ter o seu financiamento cancelado, além da não realização do aditamento, como:

  • Irregularidades no cadastro;
  • Atrasos no pagamento das parcelas trimestrais do FIES.

Como você pode perceber, o aditamento, além de ser obrigatório, deve ser feito a cada semestre para garantir que o financiamento perdure por mais 6 meses.

Nesses casos, constará no aditamento que você foi parcialmente aprovado nas matérias anuais. Mas está apto a dar continuidade nos estudos até o fim do ano letivo.

Saiba mais:

Portanto, fique sempre atento ao prazo para o aditamento FIES. Mesmo que a instituição possua matriculas anuais, o aditamento precisa ser feito semestralmente. Caso haja dúvida sobre o aditamento do FIES 2019 você poderá deixa-lás nos comentários e elas serão prontamente respondidas! Boa sorte!

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

ADITAMENTO DO FIES 2019 – SIMPLIFICADO, NÃO SIMPLIFICADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *